skip to Main Content

Quais os principais sintomas do câncer de mama?

Fique atenta aos sintomas do câncer de mamafique-atenta-aos-sintomas-do-cancer-de-mama-(1)

O câncer de mama é um dos mais comuns no Brasil, ficando atrás do câncer de pele não melanoma. De todos os tipos, ele responde por cerca de 28%, todos os anos, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Ele também afeta os homens, porém em proporção muito menor: apenas 1%. Alguns sinais e sintomas podem sinalizar o câncer. Para se proteger melhor desse mal, você precisa conhecer os sintomas do câncer de mama.

O problema costuma aparecer em mulheres com menos de 35 anos, porém, após esta idade, as chances de desenvolver a doença crescem progressivamente. Mulheres com 50 anos ou mais devem estar em constante alerta e realizar sempre os exames necessários, especialmente o autoexame. Assim, pode-se identificar qualquer problema desde muito cedo!

Veja, a seguir, outras formas de identificar o câncer de mama.

Quais os principais sintomas do câncer de mama?

Presença de nódulo no seio

Esse é, provavelmente, o sintoma mais conhecido. A presença de nódulo parecido com um caroço ao toque, na região do seio, costuma provocar grande temor nas mulheres. Quando esse nódulo é identificado pelo autoexame, deve-se consultar um especialista para realizar os exames necessários. Todavia, nem sempre significa câncer, mas, se for o caso, é o primeiro sinal, ou seja, está no estágio inicial.

Formato e tamanho diferente

Olhamo-nos no espelho a vida toda e conhecemos bem o nosso corpo. Já conseguimos perceber qualquer pequena diferença, especialmente nos seios. O tumor que se forma afeta diretamente o tecido mamário e, assim, o tecido acaba deformado nas regiões próximas. Essa deformação pode fazer com que a mama aumente de tamanho por conta do inchaço, ou diminua por causa da retração do tecido.

Não é só o tamanho que pode ser afetado: o formato também. A região logo acima do tumor pode ficar mais funda ou conter fibrose. Esta acontece quando uma grande quantidade de fibras elásticas acumula-se em uma determinada área, deixando o tecido endurecido. Isso afeta diretamente as glândulas mamárias.

Pele parecida com casca de laranja

Não é apenas a celulite que produz esse efeito: a presença de um tumor na mama também pode deixar o tecido com a aparência de uma casca de laranja. Esse é um dos sinais de que algo está errado e você deve procurar um médico.

A pele de casca de laranja é um dos principais sintomas do câncer de mama inflamatório. É uma reação muito parecida com a que ocorre na pele com celulite, que também é o resultado de um processo inflamatório. A própria formação da fibrose ajuda nessa questão, pois as fibras presentes na pele começam a deixá-la irregular. Há, também, o inchaço provocado por edema e vermelhidão, sinais clássicos do processo inflamatório.

Inversão do mamilo

Aqui estamos falando de um tumor localizado atrás da auréola. A pele, nessa região, fica repuxada e, assim, o mamilo “afunda”, ficando para dentro da mama. Por isso o nome do sinal é inversão do mamilo. É a mesma situação da qual falamos acima — sobre o afundamento da pele acima do tumor —; diferença aqui é a apenas a região da mama.

Cansaço crônico

Uma rotina muito puxada e cheia de responsabilidades, como trabalhar, cuidar dos filhos, da casa, estudar, deixa as mulheres muito cansadas. Porém, quando o assunto é câncer de mama, esse cansaço nunca acaba. Mesmo depois do fim de semana ou de uma noite de sono tranquila, ele não desaparece. Se esse é o seu caso, procurar o médico é o mais recomendado.

Dor

A dor é uma forma de o corpo nos dizer que algo não vai bem. Quando essa dor ocorre na área das mamas ou das axilas, pode ser um sintoma do câncer de mama. Portanto, é bom ficar atenta a esse sintoma e não tomar um analgésico por conta própria. Você estará apenas camuflando um problema bem maior, tratando a consequência e não a causa. Quanto antes consultar o médico, melhor.

Perda de peso

Se você não está seguindo nenhum tipo de dieta restritiva ou praticando exercícios de alta intensidade, mas, ainda assim, está perdendo peso rapidamente, pode ser um sintoma de câncer de mama. O problema aqui é que, muitas mulheres, ficam satisfeitas porque estão emagrecendo e, por isso, podem não se atentar de que esse pode ser um sinal de alerta do corpo para algo negativo.

Presença de sangue ou outras secreções

Um líquido de cor amarelada, com ou sem sangue misturado, pode sair do seu seio. Apesar de parecer um sinal muito grave, ele é um dos menos preocupantes do câncer de mama. Esses fluidos indicam que o tumor está localizado nos ductos mamários, e o problema está em seu estágio inicial.

Nódulos e inchaço nas axilas

O tumor também pode aparecer próximo às axilas, e os sinais e sintomas passam, então, a se manifestar nesta parte do corpo. Por não aparecer na mama, essa situação costuma ser negligenciada, mas é justamente esse o ponto mais crítico. Isso quer dizer que o câncer já está migrando para outras regiões, fugindo dos gânglios linfáticos e indo para qualquer parte do corpo.

Coceira

Coçar os seios de vez em quando é algo perfeitamente normal, mas, quando essa coceira é freqüente, é preciso ficar atenta, pois algo pode estar errado — inclusive esse é um dos sintomas mais típicos do câncer de mama. Mas há uma boa notícia: isso significa que o câncer não está conseguindo penetrar de maneira mais profunda nos tecidos e, assim, age superficialmente, provocando coceira.

Quando procurar o médico?

Não é porque você está sentindo algum desses sintomas que está com câncer. Por exemplo, a dor é um sintoma do câncer de mama e também de vários outros problemas de saúde. A melhor forma de tirar a dúvida é consultando o médico. Portanto, assim que sentir qualquer um dos sinais listados acima, agende uma consulta.

Fazer a mamografia é a melhor maneira de identificar o câncer precocemente. De acordo com recomendações, mulheres entre 50 e 69 anos devem fazer esse exame a cada 2 anos, pelo menos. Mulheres que têm familiares com histórico de câncer de mama (homem e mulher) e de ovário apresentam maiores chances de desenvolver o de mama.

Quais os medicamentos são indicados?

Como há variações para o câncer de mama, existem indicações de tratamentos diferentes para cada situação. A quimioterapia hormonal, o modulador estrogênico e a quimioterapia comum podem ser ou não recomendados, dependendo de cada caso.

Existem, basicamente, dois medicamentos muito utilizados nos casos de câncer de mama: os inibidores de aromatase (IA), que têm como função impedir que os hormônios femininos estimulem as células cancerígenas e os biofosfatos; e o tamoxifeno, bastante utilizado. Lembrando, é claro, que qualquer substância só deve ser consumida sob indicação médica.

Outro medicamento que pode ajudar mulheres com sintomas do câncer de mama é o Letrozol. Saiba onde encontrá-lo!

Compartilhe:
Este artigo tem 2 comentários
  1. Muito interessante esse informativo. Agradeço pelas informações. Estou preocupada a auréla do meu seio coça à dias falta sangrar. Faço exames periódicos haja visto que minha mãe faleceu de câncer de mama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Buscar