Cremes anti-idade, antioxidantes: como funcionam?

Como funcionam os cremes anti-idade, antioxidantes?

Cremes anti-idade, antioxidantes – Reduzir os sinais do tempo na pele é o que muitas pessoas querem, tanto homens quanto mulheres.

As linhas de expressão, as manchas no rosto provocadas pelo sol, as marcas de espinhas da época da adolescência e as temidas rugas são alguns sinais que queremos apagar do rosto.

cremes anti-idade, antioxidantes

Para solucionar esse problema, o ideal é investir em bons cremes anti-idade e antioxidantes. Vamos falar de cada um desses produtos a seguir.

Confira!

Cremes antioxidantes

Do que são formados?

Esses cremes costumam ser prescritos logo que a pessoa começa a cuidar da pele, por volta dos seus 20 e 25 anos.

Como o próprio nome já diz, esses produtos são compostos por substâncias antioxidantes, como as vitaminas A, E e C, que são extraídas dos polifenóis.

Como atuam na pele?

O principal objetivo dos cremes antioxidantes é atuar na manutenção do estado da pele em determinado momento.

Para ter o seu efeito potencializado, os cremes devem ser aliados ao protetor solar. Esses tipos de produtos são excelentes para serem usados à noite, especialmente os que são fabricados à base de vitamina C.

Quais são os benefícios?

Os cremes anti-idade, antioxidantes devem ser prescritos após a análise de cada caso. Por exemplo, pessoas com familiares que possuem tendência a olheiras ou à flacidez na área dos olhos, podem usufruir de cremes que ajudam a deixar a pele mais firme.

Além do mais, como foi dito acima, um dos grandes benefícios desses cremes é desacelerar o envelhecimento da pele, que se dá com a perda de colágeno.

A vitamina C é um ingrediente essencial para a produção dessa substância, estimulando a síntese dela.

Cremes anti-idade

Do que são formados?

A grande diferença desses cremes para os antioxidantes é a composição. Aqui, já é possível encontrar substâncias um pouco mais agressivas, como o ácido glicólico.

Além desse ácido, é possível encontrar substâncias antioxidantes também, só que em maior quantidade. Por isso, esse tipo de produto é indicado para pessoas acima dos 35 anos.

Também pode entrar na composição o ácido retinoico, que é mais agressivo que o glicólico, possuindo grande quantidade de vitamina A. Cremes com essa característica são indicados para pessoas acima dos 45 anos.

Essa substância não só aumenta a síntese de colágeno, como reduz a espessura da pele e ainda realiza o clareamento dela.

Como atuam na pele?

O ácido glicólico possui ação antioxidante e, dessa forma, desacelera o envelhecimento cutâneo e também aumenta a formação de colágeno.

Oferece a função de um poderoso esfoliante, indicado para peles mais resistentes e claras.

Já o ácido retinoico atua especificamente em células da pele, diferentemente de outras substâncias e, por isso, é considerado pelos cientistas como o mais promissor produto para o tratamento do envelhecimento.

Quais são os benefícios?

Os benefícios dos cremes anti-idade são muitos, como, por exemplo:

  • redução das cicatrizes e linhas de expressão;
  • esfoliação da pele;
  • estímulo da produção de colágeno;
  • aumento da absorção de outros produtos.

Não podemos esquecer que existem outros fatores que contribuem para o envelhecimento.

Por exemplo, o fato de se expor ao sol para conquistar uma pele bronzeada é um deles. Já a má alimentação é outro fator fundamental, pois libera radicais livres no organismo, os quais envelhecem a pele.

Você já faz uso de cremes anti-idade e antioxidantes? Conte pra gente como está sendo a sua experiência e se realmente está percebendo resultados!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *