Farmacinha do bebê: o que colocar?

Tempo de leitura: 7 minutos

Farmacinha do bebê: o que colocar?

Farmacinha do bebê o que colocar?

Estar preparado é muito importante quando se tem um bebê em casa e, apesar de os pais saberem disso, por vezes acontece de um ou outro item fundamental acabar sendo esquecido. Por isso, no artigo de hoje, vamos te ajudar a lembrar de tudo o que colocar na farmacinha do bebê. Continue a leitura e fique prevenido para situações emergenciais!

Acessórios para troca de fraldas

Parece óbvio, mas deixar de reserva alguns produtos básicos para troca de fraldas pode ser a salvação caso seu estoque diário acabe. Um pacote de fraldaslenços umedecidos e um pacote de algodão são sempre importantes. No caso do algodão, opte pelos de bolinha, que são mais práticos e higiênicos.

Algumas pessoas preferem usar apenas o algodão embebido de água morna na troca de fraldas. Nesses casos, ter uma garrafinha térmica para colocar água morna também pode ser necessário.

Termômetros

O ideal é ter dois tipos de termômetro, um para medir a temperatura do bebê e outro para medir a temperatura da água do banho. Ambos ajudam bastante. No caso do termômetro usado para medir a temperatura, você poderá saber se a febre está alta para levá-lo ou não ao médico. O do banho pode ajudar principalmente no início.

Pomadas para prevenir e tratar assaduras

As pomadas são itens obrigatórios, já que a fralda é abafada e as assaduras podem acontecer, principalmente nos dias mais quentes. Seu uso tem o objetivo de impedir a piora ou mesmo evitar essas situações.

Aspirador e soro nasal

Os bebês não sabem assoar o nariz, por isso, podem sofrer bastante com a congestão nasal, especialmente em resfriados, gripes e alergias. Os aspiradores nasais conseguem puxar o ar e retirar os resíduos que possam dificultar a respiração. Já os soros nasais infantis podem ajudar com a higienização da narina.

Pasta d’água

pasta d’agua pode até não ser utilizada com frequência, mas tê-la pode fazer toda a diferença se surgirem brotoejas, bolinhas na pele causadas por tecidos das roupas e pelo calor ou mesmo picadas de inseto.

Remédios

Quando se perguntam o que colocar na farmacinha do bebê, a maioria das pessoas pensa em medicamentos, mas o uso deles deve ser feito de forma responsável. Para começar, nada de automedicação: todos devem ser prescritos por pediatras. Além disso, não vá medicar o bebê por conta de qualquer pequeno sintoma.

Antes de deixar medicações como antitérmicos, remédios para enjoo, cólicas ou diarreia de reserva, fale com o médico que acompanha a saúde da criança e guarde sempre a bula. Lembre-se também de sempre olhar a data de validade na hora de administrá-los.

Kit de primeiros socorros

O kit de primeiros socorros inclui esparadraposgazelíquido bactericida para limpeza de machucadosseringa, conta-gotas e copinho para medição, soro fisiológico e tesoura para cortar a gaze. Esses itens podem ajudar a fazer um curativo provisório caso aconteça algum acidente.

Contatos de emergência

Deixar os números de contato em caso de emergência dentro da farmacinha pode ser um grande alívio, pois, quando essas situações ocorrem, é difícil se lembrar deles.

Anote o número de telefone do pediatra, o endereço do hospital com pediatria mais próximo, número da carteirinha do plano de saúde, além do número dos bombeiros, do centro de atendimento toxicológico da sua cidade e também de pessoas que possam ajudar em caso de emergência.

Itens de higiene

Os itens de higiene também devem estar presentes na farmacinha do bebê, essencialmente o sabonete líquido ou em barra e o álcool gel (para higienizar as mãos). Coloque as marcas que você já utiliza diariamente ou que sabe que não causarão nenhuma reação na criança.

Hastes flexíveis

As famosas hastes flexíveis de algodão são outro artigo essencial na farmacinha do bebê, mas é preciso ter o cuidado de usar esse artigo da maneira certa. Embora sejam muito frequentes nas casas do nosso país, infelizmente, a grande maioria das pessoas usa do jeito errado e acaba colocando em risco a saúde auditiva dos seus filhos.  

Além de serem indispensáveis para a higienização do coto umbilical com álcool 70% nos primeiros dias do bebê, eles também são úteis na limpeza da orelhinha, desde que superficialmente e sem cair na tentação de introduzir a haste flexível, pois isso pode ferir estruturas do ouvido médio, inclusive o tímpano!

Álcool 70%

Como dissemos, o álcool 70% é um artigo essencial na farmacinha do bebê, especialmente durante a higienização do coto umbilical nos primeiros dias de vida. A maternidade usualmente fornece as orientações de como deve ser feita a limpeza. Esse item pode ser interessante e seguro para a assepsia de uma forma geral.

Soro fisiológico

O soro fisiológico pode ser usado com várias finalidades, e sempre vale a pena ter uma embalagem fechada na farmacinha do bebê. Além de ser utilizado para a limpeza de feridas e pequenas contusões em abundância, a solução salina pode ter outras funções importantes, ainda mais para crianças pequenas.

Ele é indispensável, por exemplo, para ajudar na limpeza dos olhos e do nariz de uma maneira segura. Também é um componente básico para fazer inalações, mas é preciso lembrar que, após aberta a unidade, a recomendação de armazenamento e a sua validade tornam-se bastante limitadas.

Guia básico de primeiros socorros

Além de contar com a farmacinha do bebê, é muito importante saber o que fazer em algumas situações que, infelizmente, acontecem com frequência para quem tem filhos pequenos em casa. Confira, a seguir, algumas das principais.

Engasgos

Engasgos são muito comuns. Logo, saber o que fazer nesses casos é importante, pois nem sempre será simples e rápido de contar com auxílio médico. Para os bebês, a técnica indicada é a tapotagem, na qual você inclina o corpinho da criança para frente e, com a mão em concha, bate nas costas até que o objeto seja expulso pela boca.

A manobra de Heimlich de compressão abdominal é outra metodologia indicada, mas não deve ser feita no primeiro momento em menores de sete anos, pois há risco de lesões. A técnica consiste em abraçar a criança pelas costas e fazer uma compressão com a mão na direção do umbigo, para dentro e para cima ao mesmo tempo.

Queimaduras

As queimaduras são, infelizmente, situações comuns em crianças, especialmente por líquidos quentes. Em caso de uma queimadura leve, o mais indicado é colocar a parte queimada embaixo d’água em temperatura ambiente por cerca de quinze minutos, desde que a fonte seja corrente, como uma torneira ou chuveiro, por exemplo. 

No caso de um problema mais grave, com uma região grande do corpo afetada, por exemplo, não hesite em procurar a ajuda de um médico imediatamente. Também é importante não cometer erros como passar pasta de dente ou colocar pó de café nas lesões. Essas práticas são altamente contraindicadas.

Cortes

Em cortes superficiais, o indicado é lavar o local com água e sabão ou soro fisiológico e, depois disso, fazer compressão com gaze ou pano limpo. No caso de lesões profundas, o recomendado é procurar a ajuda de um médico para avaliar a necessidade de dar pontos. Lembre-se de não demorar para contactar um médico, devido ao risco maior de infecções.

Gostou das dicas sobre o que colocar na farmacinha do bebê? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros assuntos relacionados! Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de muitas outras novidades!

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros assuntos relacionados! Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de muitas outras novidades!

Farmacinha do BEBÊ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *