Pomada para dores musculares: entenda agora mesmo como escolher

Tempo de leitura: 6 minutos

Pouco interessa se você é uma pessoa supersaudável, que pratica esportes com frequência, ou se é mais sedentário e está focado na sua vida profissional: em algum momento, você vai sentir algum incômodo no seu corpo! Por isso, aprender a escolher uma pomada para dores musculares pode ser extremamente útil.

Nos dias de hoje, o mercado farmacêutico disponibiliza uma série de opções excelentes, que podem combater o quadro álgico bem rapidamente, mesmo em pequenas quantidades e sem causar alergias ou outros efeitos adversos. Interessado? Então, continue lendo e veja como fazer a melhor escolha!

Afinal, o que são as dores musculares?

Por mais que possa ter uma conotação ruim (até por produzir uma sensação desagradável), a dor é essencial para a sobrevivência do ser humano. Isso porque ela nos indica que algo está errado, e que devemos prestar atenção ao local de sua origem — as vezes até de forma imediata, dependendo da sua intensidade.

Por outro lado, ela nem sempre ocorrerá em função de grandes problemas. Por isso, identificá-la é importante para evitar uma situação mais complexa. No caso dos músculos, na maioria das vezes, o uso de pomadas específicas pode aliviar o quadro álgico. Para tanto, é preciso conhecê-las bem e saber como escolhê-las adequadamente.

Como elas se manifestam?

As dores musculares são localizadas logo abaixo da pele e se manifestam de forma difusa, ou seja, não ficam localizadas apenas em um ponto específico. Alguns grupos musculares são afetados com mais frequência, como os da região cervical ou da lombar, mas isso pode mudar de acordo com características individuais e atividades praticadas.

Independentemente das suas causas, no entanto, elas ocorrem em decorrência de um processo inflamatório nas fibras dos músculos, que podem, em casos mais severos, até se romper ou sofrer algumas fissuras, causando a sensação de incômodo por muitas horas, dias ou semanas.

Quais são as principais causas de dores musculares?

Como dissemos, são várias as possíveis causas para uma dor muscular. Vejamos, a seguir, as mais comuns delas.

Atividades físicas

As atividades físicas estão, definitivamente, entre as principais causadoras de dores musculares, sobretudo quando praticadas em excesso ou sem a devida orientação profissional.

Depois da realização de qualquer exercício — sobretudo os treinamentos pesados — os músculos sofrem danos leves, que são fisiológicos e naturais. É por meio desse processo, aliás, que o organismo se recupera e torna as fibras musculares ainda mais fortes. Contudo, uma intensidade elevada desse processo pode fazer com que a sensação de dor e cansaço seja ainda maior.

Com o passar dos dias, se não houver nenhuma ruptura mais grave, as fibras musculares se regeneram naturalmente.

Estresse

Você também já deve ter notado durante a sua vida que, nos períodos em que está mais estressado, é normal que o seu corpo responda com incômodos em algumas áreas. Isso acontece porque o estresse causa a liberação de substâncias que elevam a sensação de dor, e isso se reflete em certas regiões da musculatura.

Entre essas substâncias estão hormônios como o cortisol e o ACTH (adrenocorticotrópico), que aumentam a tensão muscular. Graças a eles, é possível que você sofra de enxaqueca tensional, por exemplo. As costas e o pescoço também são particularmente sensíveis a esses efeitos — até por causa da posição postural adotada por muitas pessoas durante a sua jornada de trabalho.

Doenças preexistentes

Pessoas com dores musculares muito intensas e constantes podem sofrer, mesmo que não saibam, de doenças preexistentes. O número de patologias capazes de predispor a esse quadro é imenso, mas uma que vem chamando a atenção nos dias atuais é a fibromialgia.

Mais predominante nas mulheres, ela se caracteriza por um incômodo crônico de alta intensidade, que migra pelo corpo e pode se manifestar de um lado ou em ambos. Antigamente, atribuía-se essa dor à somatização de possíveis problemas psicológicos, mas já se descobriu que ela ocorre pelo funcionamento inadequado do sistema nervoso central.

Como escolher uma pomada para dores musculares?

Assim como há vários tipos de dores musculares, existem várias pomadas que você pode usar para amenizar ou tratar esses quadros. Para escolher a opção mais adequada, é importante tomar alguns cuidados.

Entenda as causas da sua dor

Obviamente, o primeiro passo para escolher uma pomada para dores musculares é entender as causas da sua dor — afinal, origens distintas demandam tratamentos completamente diferentes. Para um incômodo discreto e pontual, por exemplo, uma formulação bem básica pode ser suficiente, enquanto outros podem demandar ativos muito mais potentes.

Suas escolhas devem ser feitas conforme o grau da dor e as suas possíveis origens. Também é altamente recomendável ir a um ortopedista de confiança em caso de incômodos muito frequentes ou intensos — sobretudo se eles aumentarem ao longo do dia, ou se não melhorarem com o passar do tempo.

Estude a fórmula do produto

O passo seguinte para escolher a sua pomada é estudar a formulação do produto, observando se ele atenderá mesmo as suas necessidades. O salicilato de metila, por exemplo, está presente nas marcas mais tradicionais e vendidas do mercado, sendo uma opção muito eficaz para a aplicação tópica.

creme de capsaicina também pode ser uma boa alternativa, por ser um medicamento de venda livre com efeito analgésico interessante. Essa substância é extraída de alguns tipos de pimenta e parece reduzir os sinais químicos relacionado às dores musculares.

Veja se é possível comprar online

Se você está sofrendo de dores musculares, é bem provável que você não queira ter que se dirigir fisicamente a uma farmácia para comprar um produto que alivie esse incômodo, não é mesmo? Por isso, para escolher uma pomada, também é importante verificar se ela pode ser vendida online.

Enfim, como você pôde ver, existem muitos remédios e pomadas para tratar as dores musculares, deixando o seu corpo pronto para a próxima jornada de exercícios e de atividades físicas de sua preferência. Lembre-se apenas de considerar se você não tem alergia a algum componente da fórmula, e dar o descanso necessário para que as suas fibras se regenerem.

Agora, se gostou destas dicas sobre a pomada para dores musculares e quer fazer as suas compras online de uma maneira prática e segura, que tal conhecer a nossa empresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *