Tipos de protetor solar: como escolher o produto certo

Tempo de leitura: 5 minutos

tipos de protetor solar

O protetor solar é indispensável, seja em dias de praia ou até mesmo durante o inverno. Ele é responsável por proteger a pele contra a radiação solar que, além de queimaduras incômodas, pode gerar problemas sérios, como o câncer de pele.

Atualmente, é possível encontrar no mercado uma grande variedade de tipos de protetor solar. Existem diferenças entre eles que os tornam mais recomendados dependendo do tipo de pele, região a ser protegida e até conforto e comodidade na hora de usar.

Para ajudar, separamos dicas de como encontrar aquele protetor perfeito para você. Continue a leitura para conferir!

Protetor solar químico vs físico

Quando falamos do bloqueio solar, existem dois tipos diferentes de protetores: os físicos e os químicos. Enquanto o físico cria uma uma camada que impede que a radiação chegue na pele, os químicos usam agentes específicos para evitar a absorção dos raios UV.

Não há um consenso médico para qual seja a melhor opção. A principal vantagem da versão física está no efeito quase que imediato de proteção, diferentemente do químico, que demora cerca de 20 minutos para iniciar o bloqueio efetivo. É especialmente recomendado para grávidas, crianças, bebês e quem possui alergias.

O protetor químico é preferido de quem gosta de algo discreto, que não apareça na pele e deixe a sensação de não estar usando nada. No entanto, pessoas com pele sensível podem sofrer reações desagradáveis, sendo mais indicado utilizar a versão física.

Escolha do fator de proteção solar

Existem muitas dúvidas sobre como escolher o FPS do protetor solar. Atualmente, é possível achar bloqueadores de até 99 FPS, mas nem sempre é necessário apostar naquele com um número maior.

A recomendação é que o protetor seja, no mínimo, de 30 FPS. Fatores maiores são indicados para quem possui antecedentes próprios ou familiares de câncer de pele, quem trabalha ao ar livre, com exposição ao sol, quem possui condições como melasma e rosácea e quem está fazendo tratamentos que deixam a pele sensibilizada, com presença de ácidos ou laser.

O FPS bloqueia os raios UVB, mas não é eficaz contra os raios UVA. Por conta disso, é recomendado procurar por protetores de amplo espectro, que protegem contra ambos.

Melhores texturas

Os tipos de protetores solares também variam de acordo com a textura.

O cremoso é mais comum e facilmente encontrado. Ele possui maior ação hidratante, por isso, é especialmente recomendado para quem tem a pele seca.

A versão oil-free, ou seja, sem óleos na composição, é o melhor protetor para pele oleosa, acneica ou mista. Ele não deixa uma sensação pegajosa e nem piora a situação de oleosidade na pele, oferecendo a mesma proteção do cremoso. Existem também as versões toque seco, principalmente dos protetores faciais, que oferecem efeito matte.

O protetor solar em spray oferece bastante praticidade, pois é mais rápido e simples de aplicar. Porém, fique de olho: essa versão exige reaplicações mais frequentes. Para conferir com exatidão de quanto em quanto tempo é necessário reaplicar, confira a embalagem.

Protetores solar específicos

Além dos tipos de protetor solar comuns, para utilizar em todas as partes do corpo, existem opções para membros específicos. Essas versões buscam soluções mais interessantes para as partes, oferecendo proteção específica para as necessidades e vantagens estéticas.

Protetor solar facial

As versões faciais costumam ser menos oleosas e dar a sensação de toque seco. Com isso, pessoas com pele oleosas ou acneicas conseguem se proteger sem piorar esses problemas.

Há também a questão da maquiagem, que pode não fixar corretamente com o protetor comum. Além disso, é comum que os protetores faciais sejam enriquecidos com vitaminas e outras substâncias benéficas para a região.

Filtro solar para mãos

Não há problema em utilizar o protetor solar comum nas mãos. Porém, a pele da região é mais sensível e fina, e a impressão de ficar com a mão pegajosa incomoda muitas pessoas.

Por isso, é possível utilizar cremes e outros produtos para mãos com proteção solar. Lembre-se de reaplicar sempre que lavá-las!

Proteção labial

Os lábios são áreas comumente deixadas de lado na hora da proteção solar. É importante saber que a exposição prolongada sem proteção na área também traz riscos; além de problemas estéticos, o câncer de pele nos lábios é um risco.

Por isso, procure sempre utilizar hidratantes, batons ou lip balms que oferecem essa proteção.

Protetor para cabelos

Os cabelos também sofrem com a exposição ao sol, que causa fotoenvelhecimento das madeixas. Existem uma grande gama de produtos que oferecem o bloqueio necessário, e os utilizados na finalização, como leave-ins e cremes para pentear, são especialmente eficazes. Por mais que seja possível encontrar shampoos e condicionadores com essa proteção, nem sempre eles oferecem a quantidade necessária.

Proteger-se dos danos causados pelo sol é ter cuidado com a própria saúde, evitando problemas estéticos e de saúde. A Drogaria Liviero conta com uma seleção de diversos tipos de protetor solar que irão te ajudar a aproveitar o verão – e o resto do ano – sem grandes preocupações. Gostou? Clique no banner e conheça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *